sábado, 6 de fevereiro de 2010

Mónaco

No território do Principado do Mónaco vivem cerca de 300 portugueses. Atravessando uma rua, entra-se em Beausoleil, já em França, onde residem muitos dos cerca de 2500 que, diariamente, constituem aquela que é hoje uma prestigiada comunidade estrangeira que trabalha naquele pequeno país. 

Existem por lá algumas empresas de construção civil pertencentes a portugueses, diversos estabelecimentos comerciais e, naturalmente, associações recreativas lusitanas. As autoridades monegascas desfazem-se em elogios à nossa comunidade e à sua serena e responsável contribuição para o desenvolvimento do território.

Quem chegou ao Mónaco há mais tempo diz-me que, nos últimos anos, se nota a vinda de novos migrantes portugueses, parte dos quais oriundos de outros destinos onde o desemprego começou a sentir-se.

Em 48 horas, fui encontrar um interessante mundo português por detrás do mundo de "glamour" do Principado, aliás com uma importante quota-parte no quotidiano deste. Espero ser possível vir a melhorar o apoio oficial português a esta comunidade.

4 comentários:

cunha ribeiro disse...

Sr Embaixador, cá estou de novo. Cumprimento-o não só pela intenção que é excelente, mas também pel+ elogio que dá aos portugueses que trabalhan no estrangeiro. Já trabalhei em Paris, daí esta minha sensibilidade...

Cumprimentos de

Cunha Ribeiro
( E quando tiver tempo e disponibilidade para ir ao 7, Rue de La santé...

Rubi disse...

Muito interessante!

patricio branco disse...

Interessante, é uma comunidade portuguesa de que cá não se fala, mas numerosa e, pelos vistos, activa, estabelecida e com iniciativa.
para alem da residento no Mónaco, há, pelo que se diz, os que vão diariamente de França trabalhar.
De que consulado se serve essa comunidade?
E o embaixador português no principado, é o que está em Paris?
Interessantes estas informações especializadas.

vera disse...

Bom dia, o meu nome é Vera Moura e sou jornalista da revista SÁBADO. Estou a preparar um artigo sobre portugueses no estrangeiro e gostaria de contar com um caso no Mónaco. Procuro pessoas que tenham saído de Portugal há cerca de dois/três anos no máximo. Será que me consegue dar uma ajuda? Obrigada veramoura@sabado.cofina.pt