terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Ídolos

Sou geralmente muito cético em relação à valia dos programas de televisão através dos quais emergem novas "estrelas" da música. A experiência mostra que, com escassíssimas excepções, esses jovens ídolos acabam por constatar que a vida na música profissional é muito mais incerta e precária do que o sonho que alimentaram e pelo qual muitos abandonaram, entretanto, os estudos.

Porque o último "ídolo" eleito, Filipe Pinto, é um estudante de engenharia da UTAD, a universidade a cujo Conselho Geral presido, faço uma pausa no meu ceticismo e aqui lhe deixo um sincero voto de grande sucesso. 

2 comentários:

Helena Sacadura Cabral disse...

Não acompanhei o programa. Vi minutos soltos. A luta pareceu-me renhida e dizem-me que Filipe ganhou, sobretudo, porque as votantes são mulheres.
Verdade ou não, o rapaz cantava bem. Só receio, neste tipo de programas, que os vencedores se possam afastar dos estudos e perder, eventualmente, com isso o seu objectivo primordial

Anónimo disse...

Ambos os concorrentes que chegaram à final têm vozes fabulosas...
O Filipe também mereceu ganhar...
Isabel Seixas