sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Diplomacia

A França e a Irlanda disputam amanhã, para o torneio da Seis Nações em râguebi, um importante jogo. Na memória dos confrontos desportivos bilaterais permanece, contudo, o polémico França-Irlanda em futebol, de há meses, que ditou a qualificação francesa e a exclusão irlandesa para o mundial da África do Sul, depois de uma escandalosa falta não punida. 

Hoje, antes de um almoço de trabalho, o diretor político do MNE francês comentava para o embaixador irlandês: "Estou certo que vai ser um grande jogo". Ao que o meu colega irlandês retorquiu: "E, desta vez, podem estar seguros de que não protestaremos se jogarem com a mão..."

6 comentários:

Julia Macias-Valet disse...

Que resposta tao elegante ; )
"Uma bofetada com luva branca (de pelica)".

Eu diria mesmo que o diretor politico do MNE francês perdeu uma boa oportunidade de estar calado...

Helena Oneto disse...

Estou inteiramente de acordo com a Júlia. Por vezes os franceses "tirent le bouchont trôp loin"! a pergunta do director, perdão, diretor do MNE francês é perfeitamente "déplacée"!

Francisco Seixas da Costa disse...

Caras amigas: Não estou nada de acordo! O diplomata francês fez um comentário inóquo, sem qualquer intencionalidade polémica e meramente circunstancial. O "desforço" do meu colega irlandês percebe-se, mas não houve a mínima acrimónia na troca de palavras, para as quais contribuimos com algumas boas gargalhadas. Nem sempre os diplomatas estão de serviço.

Helena Oneto disse...

Senhor Embaixador,
Não esqueço que o Senhor também é árbitro mas a ironia francesa é quase sempre iníqua.
Espero não ser eu, agora, a lançar o "buchon" longe demais...

Helena Oneto disse...

Ce "bouchon" a du mal à passer:):)!

Julia Macias-Valet disse...

Bem sei, Senhor Embaixador que o funcionario francês pretendia apenas fazer "conversa de salao", para ser agradavél !? Ou "matar" algum "ange qui passe"...Mas às vezes o tiro pode sair pela culatra ; )

E tendo em conta o resultado de ontem... il vaut mieux arrêter de chercher les irlandais...mesmo fora de serviço ; )
Eu continuo a estar com a Helena.