sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Isabel Meirelles


Ontem, numa comunicação que me mandou, Cruzeiro Seixas referia-se a Isabel Meyrelles como uma "velha amiga desde os anos 40, em que a liberdade não nos era dada, mas conquistada minuto a minuto".

Há meses, já falámos aqui de Isabel Meyrelles, uma personalidade artística da escola surrealista portuguesa a quem hoje, em representação do Presidente da República, entreguei as insígnias da comenda da Ordem de Sant'Iago da Espada, numa cerimónia que organizei na Embaixada, a que estiveram presentes alguns dos seus amigos de Paris.

Na acto de entrega, sublinhei que a mesma se destinava a premiar o "mérito literário, científico e artístico" e, como curiosidade, referi que estávamos perante uma insígnia fundada em 1170. Na mensagem que enviou para a ocasião, o secretário de Estado das Comunidades Portugueses referiu-se a Isabel Meyrelles como "uma das mais significativas figuras da nossa diáspora".

Devo confessar que foi com particular gosto que fiz entrega desta condecoração. Isabel Meyrelles não faz parte do grupo de artistas incessantemente incensados pela crítica e pela comunicação social, mas o seu trabalho como escultora, tradutora e divulgadora das culturas que se expressam em português há muito que merecia este reconhecimento.

3 comentários:

Anónimo disse...

Esta homenagem a Isabel Meireles fez-me recordar de que há uns anos a esta parte, não me lembro de ver crianças com o nome feminino Isabel, alguns nomes estão novamente a ser revitalizados ... Ana,Maria, Inês ,Clara...Mas não Isabel...
Sem querer personalizar,que ideia...
Mas tenho Pena... Até pela rememoração deste Post.
Isabel Seixas

Anónimo disse...

Gostaria de lhe pedir se possível que transferisse o meu post sobre Salazar, para o seu post seguinte sobre Salazar.
Também não quero conspurcar a Isabel Meireles...
Isabel Seixas

Alcipe disse...

Gostaria de deixar uma palavra de homenagem a Isabel Meyrelles, poeta, tradutora,activista cultural, que merece o nosso respeito e gratidão.

Julgo que Isabel Seixas tem toda a razão: além de não serem aqui pertinentes, os seus comentários acabam por diminuir a figura de Isabel Meyrelles...