domingo, 20 de setembro de 2009

Em tempos de gripe

8 comentários:

Anónimo disse...

Tem cara de Lima.

FL

Anónimo disse...

Também acho. “Bora” lá tirar os óculos para te desmascararmos!
Albano

Helena Sacadura Cabral disse...

Acompanho-o...

Anónimo disse...

Este Post tem implícito…um humor finíssimo e notável. Oportuno. Só mesmo FSC! Há que muito cuidado com a “gripe” que por aí anda. Sis não se tomar cuidado e não nos Pr...evenirmos a tempo ainda nos tramamos! J...á S...e sabe o nome da vacina?
007

José Barros disse...

E verdade que a saùde pùblica e a saùde de cada um nâo têm preço. Mas esta tâo elevada publicidade sem custos financeiros, estes tâo elevados lucros, e este proteccionismo do fabrico da vacina levam-me a desconfiar muito de tâo sàbias previsôes que conjecturaram com tanta antecedência que a gripe aviària transitaria para o nosso doméstico porco e com a gripe porcina ficava a humanidade em perigo... Bem sei que é preciso pôr os veterenàrios e os médicos em discussâo para aprenderem uns com os outros. Também sou de opiniâo que mais vale prevenir do que remediar. Mas mais do que prever remédio para as doenças seria melhor prever a forma de se evitarem as doenças. Todas as doenças, as do animal, as do peixe, as das plantas... A proposito: de onde veio a doença dos pinheiros, e a doença das àrvores de fruto, e a doença da batata, e a doença das algas? Sim, porque parece que as algas infectadas também jà começaram a matar...
Desconfiado por desconfiado nâo haverà também, por detràs destas doenças laboratorios a fazerem lucros com o Tamiflu, com as vacinas, com os pesticidas de que afinal os agricultores nâo podem prescindir?

Anónimo disse...

Ganda post !!!!

Helena Sacadura Cabral disse...

Senhor Embaixador, parafraseando-me - perdõe -"acompanho", também, os dois anónimos!
Não basta escrever...é preciso ser entendido. Salut, Monsieur l'Embassadeur!

Anónimo disse...

A inspiração deve ter vindo da "bacina"