sábado, 26 de setembro de 2009

É obra!

Este blogue chega à véspera das eleições legislativas em Portugal com um orgulho que não pode disfarçar.

Nos últimos meses, a política encheu a esmagadora maioria da "blogosfera" portuguesa. O acentuar do debate interpartidário, no caminho para as eleições europeias e, mais recentemente, na aproximaçao da dupla jornada de eleições legislativas e autárquicas que aí vêm, deu alento aos espaços informáticos que trataram esse mesmo tema, de forma mais ou menos "engajada", mas sempre tendo-o no centro das suas atenções. Por isso, muitos blogues portugueses, muitas vezes colectivos, reflectem uma elevadíssima frequência diária de visitantes-leitores, a qual, manifestamente, representa também o interesse que a vida política tem suscitado entre nós. O que não deixa de ser saudável e traduz mesmo um sintoma de uma forte vitalidade cívica.

Mas, então, porquê o orgulho que este nosso blogue ostenta? Porque, não obstante, pelas razões que são óbvias, nos furtarmos a colar a nossa escrita às temáticas da polémica política, e tratando-se ademais de um blogue com um único autor, foi-nos possível manter uma muito apreciável "clientela" de fiéis leitores. E isso, indiscutivelmente, é obra - essencialmente dos nossos leitores, claro! O que prova essa coisa tão simples de que há mais vida para além da política.

5 comentários:

Anónimo disse...

É bem verdade! Há, de facto, mais vida para além da política. Uma das razões porque gosto particularmente deste Blogue é exactamente pelo facto de não abordar a política “caseira”, tal como a conhecemos, nos tais outros Blogues. Surprendeu-me que mesmo Blogues que não são políticos e ao longo do ano não a abordam em geral, cairam, a meu ver mal, na tentação de, nestes últimos tempos, a abordarem...naturalmente reflectindo e, deste modo, revelando o que vai na alma dos seus autores, que julgávamos muitas das vezes mais imparciais. Daí que, o “Duas ou Três Coisas” ser, indubitavelmente, um Blogue e peras! Conseguir a “audiência” que tem, sem cair em igual tentação e segurar os seus seguidores é obra! Daí os meus parabéns ao seu, único, autor, este Embaixador que nestes seus Posts nos tem vindo a entreter admiravelmente e com isso a suscitar igualmente uns não menos excelentes comentários, alguns que ficam na história do Blogue.
E dito isto, vamos todos votar amanhã?
Albano

José Barros disse...

Muitas vezes houve tentação de misturar vida “pública” a vida “privada” o que a meu ver não é correcto. A vida privada (ou seja civil) e a vida política (ou profissional) cada uma deve encontrar o seu tempo e a sua forma de agir. Bem sabemos que em certas profissões, e mais as de cariz político, é difícil distinguir as acções que não são do foro profissional porque a função vai sobrepor-se aos espaços “privados” deixando a estes menos liberdade. Mas quando as duas “personalidades” podem coabitar e o indivíduo respeita uma e outra sem confundir o público com o privado, esta prática vai ajudá-lo à auto-estima necessária e a ter mais certeza na justeza das decisões que é chamado a tomar durante a sua carreira... Porque por muito importante que seja a vida profissional esta só pode existir se a outra o permite. Daí até poder considerar uma maior importância para a vida “tout court”. Até porque sempre houve uma vida antes, vida essa que continua durante o profissional e, pois claro, também “há mais vida para além da política”. Em todos os sentidos do termo!

Carlos Serra disse...

Para ser franco: gostei deste blogue.E creio não ser fácil encontrar um embaixador a blogar, exterior ao perímetro do embaixadoramente permitido. Abraço.

Helena Oneto disse...

O orgulho é (também) nosso 'nao obstante' a iniciativa deste interessante e jà famoso blogue ser essencialmente obra sua, Senhor Embaixador.

Saber captivar é uma grande qualidade ! Pena é que a maioria dos (nossos) politicos não a tenham.

Fenêtre du Portugal disse...

"Há mais vida para além da política". Creio que ninguem tem a minima duvida sobre a questao. E acrescento : "há mais vida para DEPOIS da política" ! (E felizmente) :-)

No entanto, como todos sabemos : "nao fazer politica, é fazer politica".

Mas de facto, soube (e continua a saber) tomar um caminho paralelo adequado e subtil, do qual "a paisagem visivel" nao é menos interessante; ao contrario.

Boa continuaçao dessas boas viajens (Ups : viagens), e Parabens.