segunda-feira, 28 de setembro de 2009

À distância

Será inevitável? Não sei, mas lá que é profundamente irritante ver o "Le Monde" tratar nas suas colunas as eleições em Portugal pela pena do seu correspondente em Madrid, lá isso é! Parece que voltamos ao tempo do Estado Novo, quando era isso que acontecia.

Por que não fazer os artigos na redacção, em Paris, com base nos "takes" das agências? De Madrid vê-se melhor Lisboa?

8 comentários:

T.Mike disse...

...e ainda não há TGV...

José Barros disse...

Seria por a Alemanha ter votado no mesmo dia que a maioria da imprensa escrita e falada não se interessou pelas eleições em Portugal e preferiu falar dos resultados da Senhora Ângela Merkel. Mesmo assim o jornal “Le Monde” foi dos raros a falar. É verdade que sendo o correspondente de Madrid a fazê-lo isso pode alimentar a ignorância dos que ainda pensam que Portugal e Espanha são um só e mesmo país...

Anónimo disse...

Ha uns 25 anos atras um artigo numa revista americana (cujo nome agora nao me recordo) começava um artigo sobre o Rallye Vinho do Porto com um saleroso "Olé"! Nunca me tinha ocurrido a idéia mas muito provavelmente também foi o correspondente de Madrid que fez a reportagem.

Tal como na Euronews, eu também digo : "No comment..."

Julia Macias-Valet

Anónimo disse...

Vamos aos pquenos partidos...

Lembram-se do MRPP?.

O "Significativo" resultado levanta o véu de muitas incongruências políticas ditas democráticas.

Fernando Correia de Oliveira disse...

Do ponto de vista do xadrez geo-político europeu, convenhamos que quem manda ou não manda em Lisboa é puramente "exótico" e "fait-divers". E assim será, cada vez mais, com a identidade "ibérica" vista por Madrid e por terceiros como um todo com mais lógica. E, na verdade, ainda nem sequer há TGV.
Talvez seja interessante chamar aqui à colação uma crónica de um português, escreita no la Vanguardia, e sobre as idiossincrasias mais luso-vcastelhanas do que luso-espanholas. Está em http://www.lavanguardia.es/cultura/noticias/20090923/53789978228/el-misterio-portugues.html

Fenêtre du Portugal disse...

Hum... Podem estar a anticipar o conceito de entre outros), Saramago, relativo à unificaçao dos dois territorios.

Serà que tiveram noticias adiantadas sobre o caso ? :-)

Anónimo disse...

Correcçao ao Post de 28/09 às 17.26

OCURRIDO com 2 "O" é capaz de ser melhor, nao ?
Sorry :(

Julia Macias-Valet

Margarida Vaz disse...

De qualquer forma ha muito tempo que me deixei de ilusoes de ter noticias de Portugal, ou que digam respeito a algo de importante de Portugal, nas noticias sejam elas quais forem francesas!

Ha-de reparar que so falam em Portugal quando ha catastrofe! ou Incendios ou inundaçoes mas das mais graves ou outra catastrofe no genero, senao quando o Presidente Frances se desloca a Lisboa!

E como Lisboa é Portugal (onde é que eu ja ouvi isto????) e o resto é paisagem, tudo fica dito!