quarta-feira, 11 de março de 2009

Sotaque português

Uma amiga brasileira perguntou-me, há dias, se eu achava que existia um "sotaque português". Fiquei um pouco surpreendido com a pergunta, a qual foi formulada, porém, com toda a naturalidade e sem segundos sentidos.

Um sotaque é uma variante de pronúncia face àquilo que cada um de nós considera ser a norma. Para um português, a forma como os brasileiros falam a língua é, obviamente, um sotaque: o sotaque brasileiro.

Porém, devo confessar que, quando cheguei ao Brasil, fiquei muito surpreendido pelo facto de ouvir falar no meu "sotaque português" - a que os brasileiros acham "uma gracinha". Demorou algum tempo até eu me habituar a este conceito, que achei inicialmente muito estranho.

Um dia, ao visitar o Museu da Língua Portuguesa, em S. Paulo, e ao verificar que, para os brasileiros, o "português" se identifica, com toda a naturalidade, com o modo sonoro como falam mais de 190 milhões de pessoas residentes no Brasil, compreendi então que tem alguma lógica que qualquer variante face a essa matriz passe a ser vista como um sotaque. Logo, no Brasil, os portugueses têm, sem qualquer dúvida, um especial sotaque ao falarem... português.

Há, contudo, uma advertência que devo fazer ao meus amigos do Brasil: não se admirem se a esmagadora maioria dos quase 10 milhões de cidadãos portugueses continuarem a considerar esta ideia muito bizarra.

Tudo isto faz parte da diversidade da lusofonia...

10 comentários:

Francisco disse...

Dizia um amigo meu, curiosamente brasileiro, que "Língua-mãe não tem sotaque"...

Margarida disse...

"Língua-mãe" é a de Portugal e mesmo neste País, a quantidade de 'sotaques' é deliciosa!
P.ex., as pessoas constatam com um divertido espanto que, sendo do Porto, 'não tenho sotaque nenhum'.
Hum..., não me ouviram zangada..., Aalegadamente, o 'sotaque' vem logo à tona... (mas isso são as más línguas!)
Depois, é tudo uma questão de sonoridade...
De Trás-os-Montes (um doce mimo!)aos Açores (um encanto misterioso!), passando por todos os outros que sabemos e amamos, ele há lá coisa mais bonita do que cantar a nossa língua?

Anónimo disse...

Há-de desculpar-me mas há sotaques mais feios do que outro.
De facto, nem todas as sonoridades se equivalem; nem sequer nas várias formas musicais, quanto mais nas sonoridades dos vários animais, por exemplo, ou nas línguas e sotaque.
Os "estalinhos" dos bosquímanos não se pode comparar à musicalidade do italiano ou do português carioca. Já a pronúncia beirã, portuense ou madeirense são evisdentemente menos "bonitas".

daniel ribeiro disse...

Vale a pena lembrar a resposta de Saramago a um brasileiro que, numa conferência, lhe chamou a atenção para o "seu sotaque" e lhe pediu - a ele, ao Saramago - para falar mais devagar. Foi mais ou menos assim a resposta do escritor, se bem me lembro:
"Desculpe, o sotaque é seu, a lingua é minha, pelo menos deixe-me isso!".
Daniel Ribeiro

Anónimo disse...

Bom, eu sou brasileiro e não consigo entender os portugueses muito bem. Ao meu ver seu sotaque é meio enrolado. Bom, no brasil temos muitos sotaques, eu como bom paulista acho que não tenho sotaque algum, o que deve ser curioso para vocês. De qualquer forma é bom para os ouvidos escutar um sotaque diferente.

Eve P.S. disse...

É realmente um pouco complicado para os brasileiros entenderem um português. Mas discordo que seja "enrolado", sotaques existem em cada canto de cada país. Só escuto pela internet, pois se exibissem uma novela/filme potuguês aqui no Brasil, seria complicado, "perco" muitas palavras.
Que bom que nos entendem perfeitamente, também queria entendê-los bem :/

ciro disse...

sou brasileiro e este texto foi importante para entender que não existe um "sotaque português" como pensamos no Brasil, como alguém escreveu "Língua-mãe não tem sotaque".
Sou de Belém do Pará, dizem que aqui falamos muito bem a lingua portuguesa, acho que não pela sonoridade e nem por um sotaque próximo ao dos portugueses, mas sim pela conjugação verbal e pelo pouco uso de gírias ou calão com dizem em Portugal.

Anónimo disse...

Cheguei até aqui a este blog através do google. Eu procurava informações sobre como entender o sotaque português, mas vi que não tem nada.

Delacroix disse...

Um "sotaque" por definição, é a forma particular que determinada pessoa ou povo pronuncia um idioma. Variantes fonéticas de um idioma pela região onde é falado.
Não tem relação ao local de origem da língua, que definiria que as pessoas oriundas da região onde o idioma nasceu são livres de um sotaque, pois não é assim.
O português foi surgindo naquela região da Europa onde está Portugal, era um latim "mal falado", e já ali foram se estabelecendo os diferentes sotaques.
Portanto, brasileiros e portugueses têm sotaques, e em cada um dos dois países existem vários sotaques diferentes.

Anónimo disse...

Concordo com o que disse o meu amigo acima.
O português de portugal é a língua-mãe, mas não é mais importante que o português brasileiro. O português brasileiro é mais utilizado comercialmente que o português de portugal. E sempre será, visto que o Brasil cresce em um avanço incrivelmente rápido. ;)