quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Toma!

Será um pouco de Portugal que se irá perder se acaso se confirmar a possibilidade de encerramento das conhecidas Faianças Artísticas Bordalo Pinheiro, nas Caldas da Rainha.

A crise económica leva muita coisa à sua frente, mas é mesmo totalmente impossível evitar que ela também nos leve a nossa memória, algo tão identitário como as figuras de Bordalo Pinheiro?

Por mim, ainda tenho esperanças de que o Zé Povinho vá conseguir fazer um manguito à crise.

3 comentários:

Anónimo disse...

Felizmente uma notícia do fim de semana alerta para a possibilidade de a Maria José Nogueira Pinto ajudar a salvar este museu e escola e com ele alguns postos de trabalho muito importantes.
No entanto fiquei admirado de ver que este blogue escolheu um Zé Povinho "canhoto"...terá conotações de esquerda?
Os que eu conhecia eram "às direitas".
Gostei muito desta visita
Vasco d'Avillez

Paulo M. A. Martins disse...

Não será fácil, mas depois de ultrapassadas tantas crises e dificuldades, ao longo dos tempos, esta será com toda a certeza mais uma que será debelada!
Mesmo com um "manguito" à esquerda!
Mesmo à "esquerda" não deixará de ser um mangito!
É o Zé Povinho!
Sempre ao seu jeito e ao seu modo!
De "manguito"!

Rui M Santos disse...

Manguito que se preza, é destro !
Felizmente, que parece haver uma solução no horizonte para salvar a empresa. O Zé povinho merece !
Abração

Rui M Santos